Se não agora, quando?

“Se eu não for por mim, quem o será?
Se eu for só por mim, que serei eu?
Se não agora, quando?”

de Hilel, o Ancião, citado por Mário Sérgio Cortella em um bate-papo sobre democracia.

Anúncios

reflexões internéticas

Marília Gabriela agora tem um canal e entrevistou o Karnal. Bem interessante a conversa. Falou ele algumas coisas quais eu concordo.

Sobre a máxima: todo mundo é feliz no Facebook. Não. Apenas optamos por compartilhar nas mídias sociais, os momentos que gostamos de lembrar. Assim como aquele porta retrato que está na estante para que todos que ali circulam, vejam.

Não existe modelo de felicidade, não existe modelo de relação. A internet vai representar ~ ou já representa ~ o fim de vários referenciais de gerações passadas.

Campus Party Brasil 2012 + Social Media Week São Paulo

blog_cpbr5

Uma semana em São Paulo, para eventos de mídias sociais. A viagem já estava agendada há algum tempo e, apesar da dúvida (ir ou não ir, eis a questão) fui, e ainda bem que fui.

Pode-se dizer que eventos de mídias sociais são sempre iguais e sempre diferentes (Tipo que nem Melissa, sabe?). Ok, nem sempre são diferentes quando se trata de conteúdo mas garanto que depende de você, absorver alguma coisa de bom.

Continuar lendo “Campus Party Brasil 2012 + Social Media Week São Paulo”

Facebook X Orkut no Brasil: saber quem é o líder faz diferença?

Há apenas algumas semanas foram divulgados números que apontavam que o Facebook havia “desbancado” o Orkut no Brasil como rede social com o maior número de usuários.Tal notícia, sobre o fim dessa liderança, repercutiu com toda a rapidez que as redes sociais tem a oferecer. E como sabemos, muitas vezes a notícia é repassada sem questionamentos (tudo pela audiência!).

Primeiramente, o Ibope não confirmou, logo depois, confirmou.Então veio o Instituto de Pesquisas comScore dizendo não, não é nada disso.

Continuar lendo “Facebook X Orkut no Brasil: saber quem é o líder faz diferença?”

Instagram, o preferido entre os aplicativos de fotografia

Com mais de 5 milhões de usuários, o Instagram não é apenas um aplicativo gratuito de fotografia, mas sim, um canal de interação disponível, por enquanto, somente para iOs (iPhone/iPod)

“Nós queremos dar às pessoas ferramentas para elas contarem a história de suas vidas de uma maneira visual – estamos trabalhando duro para tornar essas ferramentas de alto nível”, diz Kevin Systrom, criador do app ao lado de Yosyp Shvab.

Continuar lendo “Instagram, o preferido entre os aplicativos de fotografia”